Quarta-feira, 14 de Abril de 2010

Poema baseado no Quadro "Nadando" do artista plástico Nuno Blochberger - www.nunoricardo.eu

 

 

I

          Olá, Imenso… não te vejo o fim

Chega perto… Está muito calor

          Mar… Vou mergulhar

Estás presente… Para onde vão as pessoas?

          Calmo… Agora é que está agradável

Aqui… Caparica é o mar que escolhi

          Tuas ondas enormes ou calmas que banham nossos corpos, nossas almas

Guardião… de segredos e de desígnios, que escondes tu, afinal? Diz-me.

 

                                                                             

II                                                                   

          Sei nadar, sim e quero avançar

Nadando e sorrindo, é bom o refrescar

          Tão agradável e inocente que me aventurei

E depois vi que os limites ultrapassei

          Brilho que trazes luz e sonoridade

Hipnótico mas alegre na sua virgindade

          Mistério da ponte que foi estabelecida

E que de novo à terra minha pessoa foi conduzida

          E me salvaste… Como um Golfinho presente

Animal tão terno que inefavelmente apelido de coerente

          A ti e a mim certamente já aconteceu

E vimos a claridade ficar escura como breu

          Meu gesto impulsivo sei reconhecer

E estar de novo a salvo quero agradecer.



publicado por thoughtsandpoems às 12:30
mais sobre mim
Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15
16
17

18
20
21
22
23
24

25
26
28
29
30


arquivos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO