Quarta-feira, 14 de Abril de 2010

Poema baseado no Poema "Fim de Tarde" do Artista Plástico Nuno Blochberger - www.nunoricardo.eu

 

 

 

Decidiu aparecer e já tardava

Chegou por si e por ser esperada

O horário é o seguinte para a partida:

Não há minuto marcado para a chegada.

 

No campo verdejante

Ou na praia ainda com sol

Natureza potente e que se impõe

Sem que nada possamos fazer…

É essa mesma beleza

 Dessa mesma Natureza

Que sustenta o Universo

Tão uno… tão disperso

Divina Rainha

Divino Deus

Luz tão forte

De repente torna-se soft

 

Dia… tarde… fim de tarde… noite

As folhas do livro das árvores folhear

Qual flor que desperta e é mais subtil

Que recebe a pétala do último raiar…

 

 



publicado por thoughtsandpoems às 12:17
mais sobre mim
Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15
16
17

18
20
21
22
23
24

25
26
28
29
30


arquivos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO