Quarta-feira, 14 de Abril de 2010

 

Poema baseado no Quadro 2010 do Artista Plástico Nuno Blochberger (www.nunoricardo.eu)

 

 

A  palavra surge tal como a realidade patente.

Olho e não vejo o outro contente…

 

Crise: significante acompanhando o significado

Por vezes não estamos bem conscientes e eis…

… o desgosto reflectido, o desespero espelhado

Bem visível num rosto, um pouco até… amargurado.

 

Fico triste…

Quietude ou turbulência?

Um dos dois (ou ambos!)

Levam-nos a avaliar a essência.

 

E como já “alguém” dizia: “mudam-se os tempos, mudam-se as vontades…”

Mas … e a vontade de ser feliz? Também mudou? Não me parece.

A crise apareceu. Ninguém a encomendou nem ninguém a chamou,

Mas ela está aí é certo. E trouxe uma nova visão, uma nova era talvez.

 

E nós?

 Correndo ou apenas caminhando

                               Vendo ou também contornando

                               Sobretudo ultrapassando

                               Obstáculos e barreiras

                               Muros e fronteiras

Não importa…

… importa sim lembrar que 2010 é e será um ano de mudança.

Fico contente! Estou convicta e… há que ter confiança!

E vamos querer ser felizes? Parece-me bem que sim…



publicado por thoughtsandpoems às 11:21
mais sobre mim
Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15
16
17

18
20
21
22
23
24

25
26
28
29
30


arquivos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO