Quarta-feira, 18 de Novembro de 2009

 

 

 

 

Tentar explicar?

Ou desistir da explicação?

Teremos nós que justificar tudo?

Ou deixar fluir a voz do coração?

 

Teriamos, por ventura, que reportar

Nossas mentes para um passado recente

Muito positivo de relembrar

Qual beleza única e diferente…

 

A nossa conversa e o nosso olhar

O teu, frequentemente, ausente

Não o percebi na altura

Mas vi que afinal estava presente.

 

As mensagens enviadas

E depois o pensar, pensar

As palavras bonitas trocadas

O querer ver, o querer ligar.

 

Qual anel k nos liga e entrelaça

Qual sintonia enigmática

Pela música, pelos momentos

Não compreendida mas fantástica!

  

Preocupação patente contigo

O querer ver-te bem sem nenhum mal

Qual catedral eterna

De sentimento especial…

 

E o tanto que me dás

Sem dar conta, but realizing

E o que quero dar-te

Sem saber, but interesting…

 

O luar espreita à porta

E eu penso em ti novamente

Partilha desse momento

Vamos vivê-la naturalmente…?

 

E o por-do-sol… terno

Suave e carinhoso a nú

Horizonte longínquo próximo

Afinal sou eu … afinal és tu…

 

“Tentar explicar?”

By: Cristina Isabel

02-11-2009

16h24.

 

 

 



publicado por thoughtsandpoems às 14:22
mais sobre mim
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


arquivos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO