Quarta-feira, 04 de Novembro de 2009
Oásis… fresco… quente… perfumado
Estás longe ou estás perto?
Não vês estou sedento… aguado?
Chuva que não cais, nem no deserto
Estarás tu a tentar algum tipo de incerto?
Sol, que não brilhas…
Onde te escondes? Para onde vais?
Não saberás já tu onde é o meu cais?
E fico assim meia perdida
Saberá o destino onde é o Paraíso?
Olho à minha volta e não encontro
Não vejo o canto nem a melodia do silêncio
Por vezes (tantas vezes!) condutor.
Muitos sabem já que se eu fosse um animal
Seria… um Golfinho.
Porque os Golfinhos são inteligentes, amáveis e meigos
Sem pedirem nada em troca.
Talvez – amizade!
Ou apenas um olhar, um sorriso. Nada mais.
É pena não haver pessoas-golfinhos.
Hum… Olho a minha volta e encontro uma…
Talvez duas… eventualmente três, afinal.
São raras e difíceis de encontrar
Mas tudo têm para a mão te quererem dar
Gostam de te ver bem e de te ajudar
Querem que encontres o teu passo, o teu caminhar
Levam-te boa disposição e um inesquecível olhar.
Pega na tua bagagem de experiências
E faz-te à estrada… it’s your track!
Depende de mim… Depende de ti.
Eu, tu, nós… fazemos a diferença.
Começa no nosso próprio pensamento,
Com a nossa atitude e iniciativa
Tal como acontece com os Golfinhos.
Pega na tua espada, que é a tua inteligência
E…. Usa-a adequadamente, claro!
Para calares os gritos que não queres ouvir
Para acabares com as injustiças que vês a tua volta
Para veres mais transparência e Ciência
Para podermos ter mais lírica, música e poesia
Para transformares má disposição em sorrisos
E estabeleceres a paz onde ela é mais precisa
Ou seja, em todo o lado, em cada cantinho do mundo.
Porque se é inocente até prova em contrário
E a morada da brevidade não é mais senão…
O mágico toque de um momento, inesperado.
Inclinado para o Sol – qual estação mais longa…
Prescindir de uma coisa de que não se precisa
Não é dar nem sentir o verdadeiro valor
Ao que se quer dar e a quem o queremos dirigir.
E por isso, digo que os golfinhos
Têm uma naturalidade simpática
E uma simpatia natural.
Ainda bem k há pessoas assim,
E o adjectivo para elas: Especial.         


publicado por thoughtsandpoems às 12:55
mais sobre mim
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


arquivos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO