Quarta-feira, 04 de Novembro de 2009

 

Enquanto a música soa notas
E a sua letra estou a cantar
Tu estás junto a mim
Entoas uma canção de embalar.
 
Enquanto as imagens televisivas
Mostram o que não quero ver
Tu estás aqui comigo
És real, és quem posso descrever.
 
Enquanto as gotas de chuva
Caem das nuvens lá nas alturas
Tu fazes-me companhia
Só tu, minha mão seguras.
 
Enquanto o admirador exclama
E se questiona o curioso
De ti, recebo ternura
És, sem dúvida, carinhoso.
 
Enquanto o lápis escreve
E a borracha apaga
Quero construir algo
Que mais ninguém estraga.
 
Enquanto se folheia um livro
E um cantor já actuou
Tu és para mim artista
Que numa palavra se soltou.
 
Enquanto um escritor se ocupa com o seu livro
E com as definições de um dicionário
Quero que saibas da minha pessoa
Que jamais serás só temporário.
 
Enquanto penso em ti
Quer seja uma vez, quer sejam duas
Quando não estou contigo
Tenho imensas saudades tuas!


publicado por thoughtsandpoems às 12:42
mais sobre mim
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


arquivos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO